Ivg clinicas privadas

ivg clinicas privadas

.

.

Dez mulheres andam por um corredor lotado e iluminado com uma luz fluorescente. Trinta mulheres haviam agendado abortos no dia da visita da reportagem da Clonicas, e apenas uma delas faltou. A Planned Parenthood, uma das organizações alvejadas, afirmou que a proposta é "perigosa, ultrajante e de consequências devastadoras".

Clínica que faz um terço dos abortos em Portugal baixou valor cobrado ao SNS em 32%

pescada com camarao

Dez mulheres andam por um corredor lotado e iluminado com uma luz fluorescente. Trinta mulheres haviam agendado abortos no dia da visita da reportagem da BBC, e apenas uma delas faltou. A Planned Parenthood, uma das organizações alvejadas, afirmou que a proposta é "perigosa, ultrajante e de consequências devastadoras".

Sete Estados têm apenas um estabelecimento cada. Vinte e nove Estados atualmente têm restrições o bastante para serem considerados hostis a diretos reprodutivos femininos, segundo o centro de pesquisas Guttmacher Institute. E ativistas antiaborto também passaram a se mobilizar mais desde as eleições presidenciais de Lucy viajou três horas para chegar à clínica Hope. Pediu a uma amiga que a levasse ali. Em Louisiana, o Estado só cobre os custos de abortos em casos de estupro, incesto ou risco de vida.

Lucy agenda uma consulta para cinco dias depois. Os resultados para o governo Trump foram ambíguos. Na entrada da Hope, uma recepcionista abre a passagem ivg clinicas privadas as pacientes através de uma porta com segurança reforçada, que ela monitora com 15 câmeras.

Ele realiza abortos duas vezes por semana e mantém uma clínica privada na cidade. Leis de propriedade os impedem de entrar no terreno das clínicas. Uma mulher, um bebê por vez. Vestida com uma calça de moletom, chinelos e uma camiseta vermelha gasta, a jovem de 22 anos dirigiu durante duas horas desde o Texas para realizar um aborto. É o seu segundo. Ela se recusa a olhar o monitor durante o exame. No fim da consulta, ela cai em prantos.

Nos primeiros seis meses do governo Trump, houve ivg clinicas privadas barulho dos o acesso ao aborto em Estados americanos, segundo o Guttmacher Institute. Desdetodas as mulheres têm de se consultar com o médico ao menos 24 horas antes de realizar um aborto, em duas consultas separadas. Louisiana quer ampliar esse período para 72 horas, mas a lei foi contestada na Justiça pelo Centro de Direitos Reprodutivos.

E têm de fazer isso duas vezes. Impor um período de 72 horas tornaria esse processo ainda mais custoso. Uma van com um trailer roda por ali com um enorme cartaz colado na parede, com uma imagem de ivg clinicas privadas feto e as palavras: "Você vai me proteger? Vestidos em coletes fluorescentes, eles acompanham as mulheres que saem dos carros estacionados. De jeito nenhum", diz Pittman, que se diz "ocupada demais para ter raiva". Ela estava recuperada e de volta ao seu emprego ivg clinicas privadas caixa.

Estou aliviada de ter tido a oportunidade, com meus direitos como mulher, de ter tido um aborto. Voltar ao topo. Notícias relacionadas. A polêmica do aborto. Vídeo 'Fui interrogada enquanto sangrava', diz mulher processada por aborto.


Em destaque

restaurante marinheiro povoa de varzim

.

Previous Posts

.

Miembros de. Uso de Cookies Apenas utilizamos cookies para facilitar a navegabilidade do nosso website e as estatísticas dos visitantes.Mais de um quarto (26,2%) das interrupções voluntárias da gravidez (IVG) feitas em Portugal ainda são realizadas numa unidade privada: a. Centros de Saúde do país e em Clínicas Privadas devidamente reconhecidas pelas entidades competentes. Cada mulher, através da sua área de residência.