Agarra-te a vida, nao ao cabelo

agarra-te a vida, nao ao cabelo

Baseia-se agarra-te a vida novela do mesmo nome por Trisha R. O agadra-te foi lançado em 21 de setembro depela Netflix. Inicialmente horrorizada com o que ela fez, ela cresce em confiança em seu novo visual. Em source de agosto defoi anunciado que o filme estava sendo desenvolvido pela Netflix e Sanaa Lathan foi escalada para interpretar o papel principal, que Haifaa al-Mansour diria de um roteiro de Adam Brooks e Cee Marcellus.

.

Obrigada por partilhares! Boa semana! É um filme, o nome é realmente muito original.

Vídeos adicionais

receita leite creme caseiro

Fiquei muito curiosa. Infelizmente na sociedade somos julgados por tudo e por nada. Só fiquei a conhecer o filme graças à tua partilha nas histórias do instagram, mas fiquei bastante curiosa! Fiquei super curiosa, quero muito ver.

Fiquei super curiosa para ver o filme. Afinal, atualmente a sociedade julga-nos pelo que parecemos exteriormente, o que torna o filme muito atual e muito pertinente de assistir!

Beijinhos, Ella Morgan moonlightfelicitydestin. Quando vi o poster do filme também pensei que fosse sobre uma mulher com cancro golpe de marketing da Netflix? I love seeing movies that teach you a lesson, you can learn something from them. Simplesmente carreguei no play. Inicialmente, pensei que o filme fosse sobre uma mulher que tivesse cancro, e admito que quando dei conta que era sobre algo totalmente diferente fiquei um bocadinho desiludida. Completamente a minha cara. No entanto, chegou o dia em que a vida dela deu uma reviravolta e decide rapar o cabelo.

Sem mais nem menos. Seguem os padrões da sociedade para serem aceites, para estarem integradas, para serem "normais". Vamos ser verdadeiras com nós mesmas.

Acreditar em nós e no nosso potencial, e lembrar que nunca vamos conseguir agradar toda gente. Um filme que mostra que a mulher tem de lutar mais que o homem pelo trabalho. Tem de provar mais. Gostava que homens vissem este filme e tentassem perceber o lado do sexo feminino, aquilo que sentimos e vivemos, em parte, por culpa da sociedade.

O que tirei do filme? Devemos acreditar em nós e acima de tudo aceitar aquilo que somos, quer físico como psicológico. E nunca desistir de passar a nossa mensagem da forma mais verdadeira possível!

Podem perceber que adorei o filme, e aconselho vivamente! Espero que tenham gostado do post e que vos tenha despertado a curiosidade! Um beijinho Margheritas! Por Ana Rita à s outubro 25, Share:. Etiquetas: Filmes. Olívia Muniz 25 de outubro de às Mafalda Moura 25 de outubro de às Catarina Ferreira 25 de outubro de às Andreia Morais 25 de outubro de às Virgínia Ferreira 25 de outubro de às Joana Freitas 26 de outubro de às Ella Morgan 26 de outubro de às Francisca D.

Gonçalves 26 de outubro de às Daniela Marques 26 de outubro de às Marta Carvalho 26 de outubro de às Lu 27 de outubro de às Jéssica 28 de outubro de às Sofia Moniz 28 de outubro de às FashionRadi 29 de outubro de às Mary 6 de novembro de às Ângela 9 de novembro de às Carregar mais About me. Ana Rita 22 Viseu Fisioterapeuta. O propósito do blog? Partilhar, Ajudar e Inspirar! Contacto : margheritasblog hotmail.

Follow facebook instagram pinterest twitter googleplus. Com tecnologia do Blogger. Copyright Margherita. Designed by Best For Blogger.


Release Info

produto para limpar marmore encardido

.

Somos mais felizes quando vivemos de aparências?

.

.

Agarra-te à Vida, Não ao Cabelo. 13+ 1 h 38 min Dramas românticos. Depois de sofrer um contratempo amoroso, uma publicitária embarca numa viagem de Director: Haifaa Al-Mansour. Sinopse e opinião do filme original Netflix, "Agarra-te à Vida, Não ao Cabelo.